Bob, o Gato

Bob, o Gato

Bob, o Gato. Deixo aqui meus sinceros agradecimentos!

Há alguns dias atrás fiz um vídeo sobre o aplicativo Ubook e o quanto ele tem contribuído para que  a minha leitura esteja em dia. Pelo fato de ser um audiolivro posso apreciar uma boa leitura, mesmo nos momentos em que sinto muita dor e ardência nos olhos.

Pois é, ao procurar no aplicativo mais um livro para ler/ouvir, encontrei um título cuja capa me chamou atenção, e no impulso resolvi aventurar-me sem saber que receberia um dos maiores presentes dos últimos tempos, em forma de texto.

Chego ao fim do livro “Um Gato de Rua Chamado Bob” de James Bowen com o desejo de que muitas pessoas tenham a oportunidade de ter acesso a ele. Para mim, ele veio na hora certa! Não é fácil recomeçar. O livro fala sobre isso. Embora o autor e eu tenhamos diferentes histórias e vivências, na essência o que fica é o medo do fracasso, os momentos de falta de esperança, a análise sobre as escolhas erradas.Mesmo sem a experiência do uso de drogas e os extremos que James Bowen chegou, garanto que, como eu, muita gente, mesmo sem admitir, já teve seus momentos de insegurança e questionamentos sobre as escolhas feitas.

Além disso, tenho percebido o quão desumanizadas muitas pessoas estão. Cada um tão preocupado consigo, em como obter mais e mais (me incluo nisso tudo); paramos de ouvir e observar o que está tão perto de nós. Várias vezes já observei pessoas conversando (também estou incluída) e percebo que quando alguém está falando, simplesmente outra pessoa interfere com um assunto completamente diferente como se fizesse questão de demonstrar a falta de interesse no que o outro diz.[bctt tweet=” Conversas não são mais diálogos, são competições de monólogos. É como se ninguém estivesse realmente interessado no que o outro tem a dizer.” username=”@batomcomprosa”]

Como qualquer pessoa, fiz boas escolhas. Mas também não soube escolher a minha formação acadêmica e a vida profissional que assumi a partir dela. Por isso, sugiro que pessoas mais jovens leiam o livro e aos mais experientes além de fazê-lo, advirto que não se esqueçam de orientar esses jovens que tão cedo são expostos e obrigados socialmente a fazer escolhas que terão impacto para o resto de suas vidas.

Ao ler o livro “Um Gato de Rua Chamado Bob” percebi que mesmo depois de passar por tantas dificuldades, James Bowen conseguiu superar a si mesmo e isso me fez um bem enorme! Por outro lado, ao longo das preciosas páginas, o autor descreve o processo de desumanização e o difícil caminho de volta a condição de ser humano. E o mais incrível: não é um homo sapiens o responsável por isso.

Somos seres sociais. Nos estudos do psicólogo russo do século XX, Lev Vygotsky, há uma das informações mais importantes sobre o que nos caracteriza, além das funções biológicas. Segundo ele, “Nós nos constituímos a partir do outro”. Ou seja, a presença do outro é fundamental em nossa vida. Os primeiros sorrisos de um bebê são atos reflexos. Somente ao longo do seu desenvolvimento, dependendo de quem são os outros com os quais ele convive, é que o sorriso passa a ter um significado social, ou seja, uma representação de empatia ou de bem estar. Mas no livro, o agente que “empurra” James é outro. Mas não contradiz a teoria de Vygotsky!

Bob, o Gato
Um Gato de rua chamado Bob

 

Enfim, o livro é lindo. O texto é delicado e sensível e em vários momentos, devido às descrições minuciosas de alguns lugares de Londres, é possível ser transportad@ para lá. Vale a pena conhecer essa história!

Bob e James Bowen graças a vocês tive vontade de escrever novamente! Mais uma vez, obrigada!

Bjs,

Mariana Honorato

Mariana Honorato

Amo tecnologia, maquiagens e afins, adoro ler e viajar. Sou casada, tenho um filho de doze anos. Resolvi fazer esse blog para compartilhar um pouco da minha interpretação daquilo que me interessa.

2 comentários em “Bob, o Gato

  1. vi no mercado esse livro e queria tanto comprar, agora fiquei com mais vontade! Não sabia que era tão maravilhoso assim <3
    Não conheço ubook, pena que meu celular tá com a memoria cheia =/ vou colocar na minha listinha quando conseguir abrir espaço! Obrigada por postagens sempre maravilhosas amiga, você arrasa!

  2. Olá, Juliana!!!
    Esse livro é maravilhoso para todos os tipos de público, especialmente para o empreendedor! Vale muito a pena investir. Quando ler, faz um post com o seu ponto de vista, estou curiosa.
    Bjs e obrigada por sempre prestigiar o blog!
    Mariana Honorato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge