Cut Crease: Sim, Não, Talvez?

Sempre gostei muito de maquiagem! E meu encantamento continua, porém há algum tempo tenho descoberto que além de fazer muito bem à autoestima, a maquiagem pode ser uma grande aliada… ou não.

Pesquisei pela web e fui direto às mulheres que quando aparecem em público estão perfeitas: atrizes, cantoras, performers ou celebridades. No ano de 2015  encontrei um cut crease na querida Lady Gaga, dentre as inúmeras fotos de eventos, tais como: Grammy, Golden Globe, Oscar e por aí vai. Tive mais facilidade para encontrar no ano de 2012, com a sua rainha: Adelle.

Sou da opinião de que não temos a menor obrigação de seguir tendências, mas comecei a pensar bem e cheguei a seguinte conclusão: o cut crease é lindamente perigoso! Por que? Porque nem todas têm uma distância considerável entre a sobrancelha e a pálpebra móvel. Temos pálpebras gordinhas, caidinhas e flácidas. Mas seu eu quiser usar, tudo bem!

No caso das celebridades há uma preocupação que vai além da técnica e da moda. O que está em jogo é o conjunto da imagem para que seja transmitida a mensagem, no caso, de saúde, pele vistosa, olhos brilhantes, auto cuidado, etc. Para tanto os maquiadores são também visagistas, ou seja, estudam o que irá favorecer formatos específicos de olhos, bocas, narizes e muito mais.

Mas temos o direito de usar o que quisermos!!! Lógico que para quem, como eu, usa maquiagem com frequência ou trabalha profissionalmente é importante haver orientação para que o cut crease que fica maravilhoso na Angelina Jolie não torne-se um desastre em mim! Temos formatos de olhos bem diferentes e além disso, personalidade e postura.

Rihana-grammy-2015
Rihana
kim-kardashian-grammys
Kim Kardashian
Jennifer-Lopez-Golden-Globe-Awards-2015-JLo
Jennifer Lopez
beyonce_2015
Beyoncé
Gwen-grammys-2015
Gwen Stefani
miley-cyrus
Miley Cyrys
lady-gaga
Lady Gaga
adele-2010
Adele

O cut crease caiu nas graças das brasileiras, mas não é usado em programas de tv, tapetes vermelhos e até mesmo em muitos editoriais de moda.

Sou fã do traço que divide a pálpebra móvel da superior, mesmo com menos definição, mas descobri que não ficará tão bem para mim, por exemplo. Isso não quer dizer que esteja proibida de usar o cut crease, mas sim que devo ter consciência de que não fará o mesmo efeito de outras pessoas nos meus olhos!

A partir do momento que se tem a consciência do risco, como em determinados tipos de roupas que favorecem uns e complicam a vida de outros, mas nem por isso alguém deixa de usar.

Liberdade em primeiro lugar, mas bom senso nunca fez mal a ninguém!

Bjs,

Mariana Honorato

Mariana Honorato

Amo tecnologia, maquiagens e afins, adoro ler e viajar. Sou casada, tenho um filho de doze anos. Resolvi fazer esse blog para compartilhar um pouco da minha interpretação daquilo que me interessa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge