8 Motivos para Assistir Stranger Things

Meus Motivos e O Universo de Stranger Things

Quando crianças tudo parece muito maior do que é. Quando se trata de medo e histórias misteriosas, tais proporções são ampliadas, ainda mais em se tratando de uma criança que viveu numa era pré-Google, a fantasia corria solta!

Em 1985 muita coisa estava acontecendo. Tínhamos a explosão da MTV, popularização dos videogames, as bikes BMX ainda faziam muito sucesso, mesmo após dois anos da estréia de ET. Eu e muitas outras crianças aguardávamos o Cometa Halley riscar o céu (não foi possível ver a olho nu), e ainda tinha a guerra fria. Cada residência da classe média começava a ter maior acesso ao vídeo cassete e com isso era comum reunir a turma para assistir filmes, principalmente os de terror e ficção científica.

Parece que tudo isso não marcou somente a minha infância, mas também a de Matt e Ross Duffer – autores e diretores de Stranger Things – o mais recente sucesso da Netflix. Apesar de terem nascido em 1984 os gêmeos conhecidos como Duffer Brothers são aficcionados pela época.

Mas para gostar da série de tv não precisa ter vivido naquela época. Listei os motivos pelos quais me tornei fã de Stranger Things.

Motivos

  1. Winona Rider – Mãe do personagem Will – Sou fã do trabalho da atriz!

    Stranger Things
    Winona no sucesso Os Fantasmas se Divertem – Título original em inglês: Beetlejuice
  2. Década de 1980.
  3. Um pouco de ciência: física quântica (realidade alternativa – estudo do que acontece com as coisas num nível muito menor do que o dos átomos); Buraco de Minhoca (no caso da série é um portal que permite o trânsito entre diferentes tempos/espaços); Campo Magnético da Terra (protege o nosso planeta das radiações solares – a bússola é atraída para onde essa concentração é maior, no caso o Norte – na série o portal provoca interferência).
  4. Super-Humanos – Além daqueles famosos da ficção como os X-Men, Bo Adams da série de tv americana Belive, por exemplo:

    Boatos surgiram sobre a real existência desses super-humanos durante a guerra fria.

  5. Produção de alta qualidade:  Um dos exemplos é o monstro. Na série ele é animatrônico – contracena com atores. Suas características humanóides com elementos bizarros são semelhantes aos monstros dos filmes dos anos 1980 que tinham maior efeito sobre os expectadores.
  6. Referências à: Alien – Ambiente sombrio, ser-humano como hospedeiro, por exemplo.

    Alien e Stranger Things
    Alien – O Oitavo Passageiro
  7. Os episódios não são independentes, mas o clima é bem semelhante à série de TV Além da Imaginação no Brasil e Quinta Dimensão ou No Limiar da Realidade em Portugal, cujo o primeiro episódio foi ao ar em 1985. Apresentava histórias de ficção científica, suspense, fantasia e terror. Mundos paralelos, viagens no tempo e espaciais, alienígenas e outras situações misteriosas estavam presentes na série que eram ambientadas em um local denominado “Zona do Crepúsculo” ou “Twilight Zone“, que originalmente dava título à série. Fonte: Wikipedia
  8. Amizade – semelhança com forma como brincávamos e passávamos o tempo nos anos 1980. No meu caso, na época não conhecia o RPG, infelizmente.

    Stranger Things
    Foto do Instagram de @noaschnapp

Esses são os principais motivos para assistir Stranger Things. E você, já conhece ou assiste à série? Há alguma outra que gostaria de sugerir para assistirmos? Deixe nos comentários.

Beijos,

Mariana Honorato

Amo tecnologia, maquiagens e afins, adoro ler e viajar. Sou casada, tenho um filho de doze anos. Resolvi fazer esse blog para compartilhar um pouco da minha interpretação daquilo que me interessa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge